Venezuela terá novo dia de protestos contra opressão do governo Maduro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A capital da Venezuela, Caracas, viverá mais um dia de tensão nesta terça-feira, com a convocação de novos protestos contra o governo de Nicolás Maduro, e a participação do oposicionista Leonardo López, líder do partido Vontade Popular (VP). López teve sua prisão decretada pela Justiça, mas desafiou as autoridades a lhe prenderem quando aparecer em público nos protestos. Nicolás Maduro declarou que se López for localizado pela polícia, será preso nesta terça. Apoiadores de López, que é procurado pela polícia sob uma série de acusações feitas pelo governo Maduro, redirecionaram o protesto para longe da praça central de Caracas, onde petroleiros a favor do governo planejam sua própria manifestação. A nova rodada de protestos na Venezuela acontece um dia depois de Maduro dar um prazo de 48 horas para três funcionários da Embaixada dos Estados Unidos deixarem o país, sob a alegação de que conspiraram para minar seu governo. A expulsão confirma o hábito, repetido desde os governos de Hugo Chávez, de culpar os americanos pela instabilidade no país. A diplomacia norte-americana nega a acusação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp