UNE defende instrumentos para garantir permanência dos alunos nas universidades

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A presidente da União Nacional dos Estudantes(UNE), Virginia Barros, falou, na audiência pública para debater o PNE, sobre a importância da participação dos estudantes na discussão sobre os rumos da educação. “Precisamos superar os retrocessos dos últimos anos para aprovar um PNE que garanta educação de qualidade” , disse.
Virgínia disse que o PNE deve garantir mudanças e não ser apenas uma carta de intenções: “Não podemos desresponsabilizar o Estado brasileiro dos temas centrais da educação. É fundamental, por exemplo, garantir instrumentos de permanência do aluno nas universidades. Hoje 4 milhões e 700 mil estudantes estão matriculados nas universidades brasileiras, sendo que 15%  nas universidades públicas, ou seja, só a elite. Para a UNE é preciso inverter a lógica e garantir a maioria das matrículas nas universidades públicas”, disse.
A presidente da UNE disse que a condição socioeconômica é hoje o principal motivo da evasão escolar e defendeu que parte do orçamento das universidades seja destinado à assistência estudantil. “É fundamental garantir a destinação de 10% do PIB para a educação pública no País “. Virgínia defendeu ainda o controle público sobre as universidades privadas e um maior investimento nas universidades estaduais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp