Novo socorro do governo às empresas de energia elétrica causará impacto de 24% na tarifa de luz

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Reportagem do jornal “o Globo” desta sexta-feira (8) revela que os consumidores brasileiros terão que arcar com um custo de, pelo menos, R$ 23,3 bilhões em suas contas de luz, a partir do ano que vem, decorrente dos empréstimos tomados pelas distribuidoras de energia elétrica junto a um grupo de bancos. Nesta quinta-feira, o Ministério da Fazenda confirmou o segundo empréstimo para ajudar o setor elétrico, no valor de R$ 6,6 bilhões, com recursos de oito instituições financeiras. Segundo fontes do governo, o impacto estimado nas tarifas é de 11,7% em 2015. O mesmo percentual seria aplicado em 2016.

No setor privado, no entanto, as previsões indicam reajustes ainda maiores. Estimativa feita pela Safira Energia aponta impacto total de 24,1% em 2015, conforme o jornal “O Globo” antecipou no mês passado. O mesmo percentual também seria aplicado em 2016, mas pode sofrer a influência da inflação e do volume de chuvas. A consultoria diz que somente o empréstimo anunciado nesta quinta-feira tem impacto de 2,9% na tarifa do próximo ano. Já a Thymos Energia segue a mesma tendência e prevê impacto total nas tarifas em 2015 entre 20% e 25%.

“Essa “bolha” de custos será dividida entre todos os consumidores nos próximos cinco anos, ou seja, somente em 2020 as tarifas voltarão aos patamares de 2014”, disse ao jornal o diretor de Regulação e Gestão em Energia da Thymos, Ricardo Savoia.

Leia a reportagem na íntegra no site do jornal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp