Rombo em expansão: déficit nas contas externas bate recorde

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O chamado déficit em conta corrente, que representa o rombo nas trocas de bens, serviços e rendas do país com o exterior, voltou a crescer em outubro e bateu recorde. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Banco Central, o déficit somou US$ 7,1 bilhões no mês passado, o maior rombo já registrado para o mês de outubro. O valor ficou acima das previsões do BC para o mês (US$ 5,3 bilhões) e foi 31,4% superior ao rombo verificado em outubro de 2012 (US$ 5,4 bilhões). O resultado negativo veio na esteira de uma piora nos números da balança comercial no fim do mês.

No acumulado do ano até outubro, o resultado negativo nas contas externas de US$ 67,5 bilhões também é recorde para o período e 70,5% maior que o registrado nos primeiros nove meses de 2012 (US$ 34,1 bilhões). Pressionado pela piora do desempenho na balança comercial, o déficit de 2013 já supera todo o rombo do ano passado (US$ 54,2 bilhões). Esse aumento reflete, principalmente, a expansão das importações de combustíveis e a queda nas exportações de petróleo. No acumulado em 12 meses, o déficit representa 3,67% do PIB, maior proporção em mais de dez anos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp