Reforma prometida e não cumprida!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Os governantes quase sempre, ou quase todos, são imediatistas. O horizonte temporal deles tem a exata duração do seus mandatos. Não realizam reforma tributária no Brasil, por exemplo, com receio de perder receita num primeiro momento. Esquecem-se que a médio prazo os governos arrecadariam mais porque seguramente com menor carga tributária a roda da economia giraria com mais força, e o desenvolvimento com geração de empregos e melhor distribuição de renda seria consequência. O Congresso dominado, nesse sistema presidencialista imperial, não consegue fazer reformas. A eleição de um presidente com a vocação da mudança é essencial para retirá-las do papel, transformando promessas em compromisso cumprido.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp