Preço do barril de petróleo desaba em todo o mundo e pode inviabilizar exploração do pré-sal

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O preço do barril de petróleo do tipo “Brent” (uma classificação de petróleo cru) caiu nesta terça-feira para valores inferiores a US$ 60 dólares (cerca de 48 euros), pela primeira vez desde 2009, provocando o receio dos mercados de uma nova crise econômica global. Neste patamar atual, com o valor do barril a US$ 59, especialistas do mercado petrolífero afirmam que a exploração de algumas das jazidas brasileiras do pré-sal será pouco lucrativa ou inviável financeiramente.

Fontes do alto escalão do governo dizem que enquanto o barril estiver acima de US$ 60, não haverá necessidade de rever projetos e reduzir recursos para áreas menos estratégicas que a exploração e produção de óleo e gás. As mesmas fontes do governo, consultadas pela revista “Exame”, afirmam que apenas se o preço despencar até US$ 45/barril o desenvolvimento do pré-sal seria inviabilizado.

Esta posição do governo, entretanto, não é referendada pelo Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE). Para Adriano Pires, diretor do CBIE, a queda atual do preço do barril compromete diretamente os investimentos na extração do petróleo da camada pré-sal, além de coincidir com um momento em que a estatal está com elevado endividamento e seu ambicioso plano de negócios comprometido. Quando a Petrobras fez a concessão de alguns dos seus campos do pré-sal, o barril estava cotado a US$ 110, o que levou o governo do PT a prometer, em propagandas na TV, um grande futuro para o país com exportações bilionárias e uma enxurrada de dólares ingressando no país.

Agora, com o barril a menos de US$ 60, o panorama para a estatal brasileira, que já vive momento crítico, não é nada animador, como se pode atestar no gráfico publicado na edição da revista “Veja” da semana passada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp