Policiais federais, que pedem socorro devido ao sucateamento do órgão, desmentem afirmações de Dilma

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

No último debate entre os presidenciáveis, na CNBB, a presidente Dilma, ao ganhar direito de resposta para falar sobre corrupção, afirmou que o seu governo deu total autonomia à Polícia Federal para investigar as denúncias de desvios. “A PF hoje investiga a todos”, disse a presidente. Não é o que dizem os policiais federais. Leiam o que afirma a resposta do site da Federação Nacional da Polícia Federal (Fenapef), às declarações da presidente: “Se a PF tivesse autonomia de verdade, as prisões de corruptos não haviam caído de quantidade e os policiais federais não seriam obrigados a informar em toda investigação se há alguém politicamente exposto envolvido. Se autonomia houvesse, os policias federais também não teriam que avisar ao Palácio do Planalto, via Ministério da Justiça, e com antecedência, todas as deflagrações de operações para prender corruptos e ladrões de dinheiro público”.

Pelo que se vê nas declarações da federação que reúne os policiais federais, a alegada autonomia da PF, como vem afirmando Dilma nos debates e na sua propaganda eleitoral na TV, é para inglês ver.

Leia mais informações no site da Fenapef.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp