PNE: Relator e líderes tentam consenso até sexta-feira

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Em reunião com o presidente do Senado, senador Renan Calheiros, e líderes de todos os partidos, o relator do Plano Nacional de Educação(PNE), senador Alvaro Dias(PSDB/PR), defendeu que até a próxima sexta-feira(6), data final para apresentação de emendas, os pontos do seu relatório, com os quais o governo não concorda, sejam discutidos para que se chegue a um consenso. “Por que não fazemos as alterações no texto aprovado pela comissão de mérito, no caso a Comissão de Educação, já que ouvimos 35 pessoas em 7 audiências públicas e buscamos atender a todos os setores? Podemos acertar a redação para torná-la mais consensual”, disse Alvaro Dias, durante a reunião, diante do argumento dos líderes da base aliada de que era melhor apresentar um voto em separado com os pontos defendidos pelo governo. O senador Vital do Rêgo, que propôs a apresentação do voto em separado, elogiou o trabalho de Alvaro Dias, mas disse que, das 101 alterações propostas pelo senador, o governo só concorda com 48. O governo não quer, por exemplo, que conste do relatório a possibilidade de penalização dos gestores que não cumprirem as metas. O presidente Renan Calheiros defendeu o texto consensual e marcou a votação do PNE, no plenário do Senado, para às 14h do dia 11/12.

Foto: Luiz Wolff

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp