Petrobras, a campeã mundial de queda em ações na bolsa de valores

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Entre as dez maiores companhias de energia do mundo, apenas a Petrobras acumula queda de valor de mercado entre 2009 e 2014. É o que revela ranking recente da consultoria IHS, de acordo com matéria do site da revista Veja. Segundo a reportagem, em maio de 2008, a Petrobras havia conseguido ultrapassar empresas como a Microsoft, o Walmart e a Chevron em valor de mercado, tornando-se a terceira maior empresa do continente americano, atrás apenas da Exxon e da General Electric. À época, o valor da estatal brasileira estava próximo de 500 bilhões de reais. Hoje, depois da má gestão petista na Petrobras, está em 200 bilhões. Durante o governo Dilma, a atuação da empresa como braço de controle inflacionário do governo terminou de minar qualquer plano otimista que pudesse haver para o futuro. Para se ter ideia, a produção da companhia brasileira não saiu do patamar de 2,5 milhões de barris/dia nos últimos anos, enquanto sua dívida disparou, passando de 65 bilhões em 2010 para 223 bilhões em 2014. “A petroleira não se valeu apenas do dinheiro captado com a oferta de ações em 2008, mas também aumentou seu endividamento para conseguir investir”, explica Flavio Conde, economista da Gradual entrevistado pela Veja. “Como a Petrobras não aumentou sua produção para acompanhar a demanda, precisou importar a um preço mais alto no mercado internacional, o mercado não gostou e as ações despencaram”, diz.

Leia mais no site de Veja Online.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp