Para Polícia Federal uma ‘organização criminosa’ atua na Petrobras

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Federal suspeita da existência de uma “organização criminosa no seio da empresa Petrobras” que patrocinaria desvio de recursos públicos para o exterior e consequente “retorno de numerário via empresas offshore”. O relatório foi encaminhado ao juiz Sergio Moro, da Justiça Federal do Paraná. Segundo o documento, do dia 22 de abril, o suposto esquema serviria de base para “pagamento de propinas e abastecimento financeiro de grupos criminosos envolvidos no ramo petroleiro”.

A PF investiga ainda, de acordo com o relatório, a possível participação do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa em irregularidades na compra da refinaria de Pasadena. As informações são do jornal Folha de S.Paulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp