Para o governo Dilma, a propaganda é a alma do negócio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Levantamento realizado pelo site “Contas Abertas” revela que o governo federal aumentou em 33,8%, neste ano, a verba para usar em publicidade institucional. De acordo com o site, a previsões de mais gastos com propaganda tem sido comum neste governo em anos eleitorais, como neste 2014. O mesmo aconteceu no ano de 2012, quando foram realizadas eleições municipais. Na época, o governo Dilma elevou a estimativa de gastos com propaganda na Lei Orçamentária Anual em 22%.

Pelos cálculos do “Contas Abertas”, os gastos do governo federal tanto com a publicidade institucional como na publicidade de utilidade pública foram de R$ 766 milhões no ano passado, valor que foi 32,2% maior do que os R$ 579,2 milhões desembolsados em 2012. A previsão para 2014, ano de eleições gerais, é de que R$ 863,4 milhões sejam gastos com os dois tipos de publicidade governamental.

O senador Alvaro Dias, nos últimos anos, apresentou diversos requerimentos solicitando informações detalhadas do governo sobre os gastos com propaganda e publicidade. Em discursos no Plenário, o senador criticou o excesso de gastos em propaganda, o que, para ele, revela a intenção do governo de iludir a população com falsas promessas e ilusões, enquanto obras como a Transposição do São Francisco e outras tantas do PAC se arrastam sem serem concluídas.

“Com esses valores significativos gastos em publicidade e propaganda, o governo Dilma vende ilusões ao povo brasileiro. Adota esse sistema promíscuo, em que instala um balcão de negócios, garante a governabilidade à custa de picaretagem política e gasta fortunas em publicidade para iludir a sociedade. Não podemos esquecer que verbas de publicidade se constituíram na fonte primordial de irrigação do Valerioduto e do mensalão”, afirmou.

Leia mais no site Contas Abertas sobre os gastos do governo com propaganda.

(Postado por Eduardo Mota – Assessoria de Imprensa)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp