Para Miriam Leitão, corte de luz tem nome: racionamento de energia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O que houve ontem no sistema elétrico tem nome: racionamento. Quem afirma é a jornalista Miriam Leitão. Em seu comentário no programa “Bom dia Brasil”, da TV Globo, na manhã desta terça-feira (20), a colunista afirma que o apagão que ocorreu em cerca de 11 estados aconteceu pelo fato de a demanda ter superado a oferta. “Não havia energia suficiente. O Operador Nacional do Sistema, então, cortou parte do fornecimento. Mandou diminuir a oferta de energia para evitar o colapso do sistema. Ou seja, racionou a oferta”, disse Miriam Leitão.

A jornalista explica que neste verão de muito calor e pouca chuva, os reservatórios estão em níveis baixos, o que aumenta o risco de novos apagões. “Mas a questão não é só essa. É importante lembrar o que foi feito para se chegar a essa situação. Ao longo de 2014, um ano seco, o governo ignorou os todos os alertas de todos os especialistas. E agora, em 2015, a situação é pior. Os reservatórios estão vazios e a chuva, rara. Se não chover muito em fevereiro e março, alertam os climatologistas, chegaremos no período seco na pior situação que já se viu”, afirma Miriam Leitão.

Para ela, está mais do que na hora de ser feita uma campanha para economizar energia. “Os especialistas vinham indicando há muito tempo a necessidade desse esforço. O governo negou todos os avisos, ignorou o problema e incentivou o consumo. Rebatia os avisos dizendo que não havia problema. Agora, o esforço desde o racionamento de ontem parece ser encontrar algum problema em algum aparelho para justificar o apagão. Não foi um raio em uma noite de verão. O que aconteceu ontem foi um corte de energia determinado pelo ONS porque o sistema não aguentou toda a demanda”, conclui a jornalista.

Assista aqui o comentário no “Bom dia Brasil”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp