Os perversos ladrões e assassinos da saúde pública!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Quem rouba “dinheiro da saúde pública” pratica crimes em cascata. É ladrão e assassino! Afinal, quantos brasileiros morrem  por falta de atendimento? Milhares de seres humanos amontoados em corredores de hospitais à espera do atendimento que não vem porque antes chega a morte, são vítimas desses crimes hediondos! A Gazeta do Povo apresenta como reportagem destaque de sua edição desse domingo: “Verba para a saúde pública se perde no meio do caminho”. E revela que “o mau uso do dinheiro faz com que boa parte do orçamento federal destinado à saúde (R$ 26 bilhões em 2012) não chegue até o paciente. Quadrilhas organizadas se especializaram em desviar dinheiro. Há quatro tipos de fraudes corriqueiras: superfaturamento de medicamentos e equipamentos médicos, licitações direcionadas, maquiagem na prestação de contas e cobrança de serviços indevidos ou que não foram realmente prestados. Leia mais 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp