No menor resultado do ano, ‘prévia do PIB’ do BC encolhe 0,18 em maio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O Banco Central, que nesta quarta-feira (16) manteve a taxa básica de juros brasileira no mesmo patamar de 11%, divulgou hoje o seu índice IBC-BR, que mede a atividade no Brasil, e revelou que a economia do País encolheu 0,18% no mês de maio. De acordo com os cálculos do BC, em 12 meses, a variação acumulada do Produto Interno Bruto (PIB) é de 1,95%, e no ano, de 0,7%. E segundo analistas, os números poderiam ter sido ainda piores se não fossem as vendas do comércio impulsionadas pela Copa do Mundo. Esse resultado atual foi o menor da ‘prévia do PIB’ no ano, após registrar alta de 0,05% em abril ante março. O IBC-Br incorpora estimativas para a produção nos três setores básicos da economia: serviços, indústria e agropecuária, assim como os impostos sobre os produtos. Considerado uma ‘prévia do PIB’, o índice serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses e tem grande influência sobre as estimativas do mercado financeiro para o PIB divulgado a cada três meses pelo IBGE.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp