Inflação alta e elevação dos juros abalam confiança do consumidor

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Por conta de o País estar enfrentando um cenário de inflação elevada e juros em alta, o que encarece e limita o crédito, o grau de confiança do consumidor na economia está cada vez mais abalado. É o que revela o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgado nesta sexta-feira (23). De acordo com a FGV, o ICC caiu 3,3% em maio na comparação com o mês de abril, atingindo o menor nível desde abril de 2009. O ICC passou a 102,8 pontos, ante 106,3 pontos em abril, quando o indicador recuou 0,8% e já havia batido o menor patamar em quatro anos. Segundo a FGV, o ICC é dividido em dois indicadores, o Índice da Situação Atual (ISA), que avalia o cenário econômico presente, e o Índice de Expectativas (IE), sobre o futuro da economia. Em maio, o Índice da Situação Atual (ISA) caiu 3,9%, passando para 107,2 pontos em maio, menor nível desde maio de 2009. Já o Índice de Expectativas recuou 2,9%, a 100,6 pontos, sexta queda seguida e no patamar mais fraco desde março de 2009. De acordo com a FGV, o que mais influenciou a queda do índice foi o indicador que mede o grau de otimismo em relação à situação financeira familiar, com queda de 3,4%, para 124,7 pontos, menor nível desde fevereiro de 2010.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp