Governo mantém site do Fies fora do ar e prejudica milhares de estudantes universitários

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Calouros de faculdades particulares de todo o País que contam com financiamento estudantil do governo federal começaram as aulas deste ano com dívidas e dúvidas se poderão continuar seu curso. Desde janeiro, o sistema do Fies (programa de financiamento estudantil) está fora do ar para novos contratos. Sem o financiamento estudantil, milhares de estudantes têm dúvidas se conseguirão continuar a frequentar a universidade. Nas redes sociais, os estudantes se juntam para cobrar do Ministério da Educação a reabertura do sistema. A página “Movimento em Defesa do Fies” no Facebook já tem mais de 42,2 mil participantes. O sistema está fora do ar desde dezembro para que o programa fosse adequado às novas regras publicadas pelo Ministério da Educação no fim de dezembro. Entre elas, a exigência, válida a partir do dia 30 de março, de obtenção de um resultado mínimo de 450 pontos no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2014 e nota da redação maior que zero para os alunos terem direito contratos de financiamento. O Ministério da Educação não tem qualquer previsão de quando o sistema voltará a aceitar novos contratos, para desespero dos estudantes universitários brasileiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp