Fux será o relator do mandado de segurança contra empréstimos secretos do BNDES

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, designou, nesta terça-feira(25/02), o ministro Luiz Fux como relator do mandado de segurança que o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) entregou ontem(24) nas mãos do presidente do STF.

No mandado, o senador pede que sejam abertos os empréstimos secretos feitos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aos governos de Cuba e Angola. O senador já havia tentado obter os esclarecimentos sobre os empréstimos por meio da Lei de Acesso à Informação, mas o argumento foi de que a informação não poderia ser concedida devido à política de sigilo dos países.

O senador Alvaro Dias pede ainda que a presidente Dilma Rousseff, o ministro do Desenvolvimento, Mauro Borges Lemos, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, sejam notificados por “ato atentatório à moralidade e à transparência pública”.”Esperamos que, diante do mandado, se acolhido pelo Supremo, o país possa conhecer todas as informações sobre esses empréstimos. É uma afronta à Constituição e ao Parlamento, pois compromete uma das atribuições do Legislativo, que é de fiscalizar o governo. Não se pode negar informações ao parlamentar, no exercício da sua função”, disse o senador.

Foto: Gervásio Baptista/SCO/STF

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp