Financial Times critica Dilma por divulgar dados incorretos sobre crescimento do PIB

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O jornal britânico “Financial Times”, em seu site na internet, criticou hoje a presidente Dilma Rouseff por divulgar estatísticas não oficiais sobre a economia brasileira. A publicação se refere à entrevista dada pela presidente à edição em português do jornal espanhol “El País”, em que ela afirmou que o Produto Interno Bruto Brasileiro de 2012 cresceu, na verdade, 1,5%, em vez dos 0,9% divulgados pelo IBGE. A publicação inglesa afirmou que o governo brasileiro sabe “como deixar os investidores preparados para tudo”.

Na entrevista ao El País, Dilma afirmou que “esta semana resolveram reavaliar o PIB. E o PIB do ano passado, que era 0,9%, passou para 1,5%. Nós sabíamos que não era 0,9%, que estava subestimado o PIB”. Responsável pela apuração do PIB, o IBGE não confirmou as informações de Dilma, e disse apenas que divulgará, no próximo dia 3/12, os indicadores do terceiro trimestre e eventuais revisões do PIB de trimestres anteriores. “Grande notícia, certo?”, diz o jornal Financial Times. “No entanto, investidores ficaram coçando as cabeças depois que o IBGE recusou confirmar se a revisão é verdadeira”.

“O Brasil está longe de outros países como a Argentina em relação à estatística criativa”, diz o Financial Times. “No entanto, com a credibilidade da equipe econômica sob crescente escrutínio por causa das contas fiscais, Dilma deveria ter escolhido uma forma mais convencional de anunciar uma revisão tão significante do PIB”, afirma o jornal britânico. Leia mais no site G1.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp