Ex-assessores de Mantega envolvidos em cobrança de propina serão ouvidos no Senado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) aprovou na manhã desta terça-feira (10) requerimento apresentado pelo senador Alvaro Dias, para que sejam ouvidos os assessores do ministro Guido Mantega, da Fazenda, envolvidos em denúncias da revista “Época” de recebimento de propina em contrato com a empresa Partnersnet Comunicação Empresarial. Os dois assessores, Marcelo Estrela e Humberto Barreto Alencar Fiche, supostamente participariam de um esquema com a empresa, que presta serviço de assessoria de imprensa ao ministério.

De acordo com o requerimento de Alvaro Dias, subscrito pelo Líder do PSDB, senador Aloysio Nunes (SP), também convida a comparecer à Comissão a ex-secretária da empresa, Anne Paiva, que teria procurado a revista “Época” para apresentar documentos que comprovariam a existência do esquema.
Conforme a revista, os assessores de Mantega, Estrela e Alencar – respectivamente, chefe de gabinete e chefe de gabinete substituto de Mantega – serão investigados pela Polícia Federal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp