Em artigo, defesa da redução da pesada carga de impostos cobrada sobre os remédios

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma defesa da redução da pesada carga de impostos cobrados atualmente sobre os medicamentos vendidos aos brasileiros. Este é o tema da coluna semanal do senador Alvaro Dias, publicada pelo blog “Meandros da Política”. No artigo, o senador afirma que no Brasil, 33% do preço dos remédios referem-se a impostos, enquanto em países como a Suíça a taxa é de 10% e em outro, como o Canadá, a alíquota é zero. O senador Alvaro Dias afirma que essa pesada carga de tributos cobrada sobre os remédios prejudica principalmente os aposentados, e detalha estudos recentes que mostram que os cidadãos precisam custear do próprio bolso mais de 70% dos remédios que consomem. “A carga tributária total dos medicamentos comercializados no Brasil é de 33,9% – uma das mais altas do mundo e cerca de três vezes maior que a média global. Uma breve comparação: em países como Portugal, Suíça e Holanda, a tributação para medicamentos é de no máximo 10%. Reino Unido e Canadá, por sua vez, praticam tributação zero. Estudo e simulações mostram que, sem impostos, o preço final dos medicamentos poderia ser até 30% menor”, afirma o senador. Leia aqui a coluna na íntegra.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp