Editorial do Estadão: impostos demais, competitividade de menos para a indústria e empresas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O jornal “Estado de S.Paulo”, no seu editorial publicado na edição desta quarta-feira (21), expõe as dificuldades que enfrentam as empresas brasileiras com um dos mais pesados, complicados e irracionais sistema de tributação no mundo. Segundo afirma o “Estadão”, as empresas do País gastam em média 2.600 horas, a cada ano, só para se manter em dia com o pagamento de impostos e contribuições, de acordo com levantamento do Banco Mundial.

“Todo esse trabalho é apenas para manter informações atualizadas, atender à burocracia do Fisco e processar as operações necessárias. São necessárias 291 horas no Chile, 338 na China, 207 na Alemanha, 243 na Índia e 175 nos Estados Unidos. Não há muita surpresa, portanto, quando a tributação é classificada como o maior problema das empresas brasileiras e uma enorme desvantagem para competir no mercado internacional”, diz o Editorial do jornal. Segundo o “Estadão”, empresários do setor frequentemente reclamam do câmbio, cobram maior desvalorização do real e reivindicam ao governo mais barreiras contra os concorrentes estrangeiros.

Leia mais no site do Estadão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp