Diretoria da Petrobras teria aprovado os prejuízos bilionários na obra da refinaria Abreu e Lima

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico revela o teor de alguns documentos que apontam que diretores da Petrobras deram aval a negócios que causaram perdas de até US$ 10 bilhões à estatal. Segundo o “Valor”, a diretoria da empresa, aí incluída a presidente Graça Foster, teria dado aval a diversos projetos mesmo diante do iminente prejuízo com as obras. Os documentos obtidos pelo jornal comprovam que a diretoria da estatal teria aprovado, em 2009, propostas para licitação e contratos que causaram os prejuízos bilionários para a companhia. Os documentos apontam para várias obras irregulares, incluindo construção de uma estação de tratamento de água, implantação de tanques de armazenamento, além de edificações e urbanização na área administrativa da refinaria.

As irregularidades e o superfaturamento nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, foram alvo de uma das 18 representações apresentadas pelo senador Alvaro Dias na Procuradoria-Geral da República. Em 2009, quando ingressou com denúncia e pedido de investigação no Ministério Público Federal, o senador Alvaro Dias alegou que a obra, orçada inicialmente em US$ 4 bilhões, naquela época já estava superfaturada e com nova estimativa de custos de US$ 12 bilhões. Como lembrava o senador à época, oficialmente a Petrobras alegava que o encarecimento da obra havia ocorrido por indefinições no projeto básico, do aumento nos preços de equipamentos e produtos, além da inclusão de um sistema de tratamento de enxofre e de diminuição de emissões de gases tóxicos. Agora, cinco anos depois, o preço final da obra já ultrapassa os US$ 20 bilhões, e sabe-se que o superfaturamento e os aditivos bilionários financiaram o petrolão e o desvio de verbas pela quadrilha que atuava dentro da Petrobras.

Leia aqui a reportagem do Valor.

Veja aqui a representação apresentada pelo senador Alvaro Dias na PGR

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp