Dilma, na TV, garantiu que preços da cesta básica cairiam, mas promessa não se concretizou

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

No Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, a presidente Dilma anunciou, em rede nacional de rádio e TV, a desoneração de impostos que incidem sobre os produtos da cesta básica, o que representou um corte de impostos de cerca de 9,25%. No seu pronunciamento, a presidente afirmou que a medida, sancionada apenas em julho, iria acarretar em uma redução de até 12,5% no preço de produtos como as carnes, o café, a manteiga, o óleo de cozinha e também em artigos de higiene. Passados quase seis meses desde a implantação da medida, poucos foram os artigos da cesta que tiveram redução de preços. Reportagem do site da revista Veja mostra que a maior parte dos preços dos alimentos continua em alta, e ainda não causaram maiores impactos no bolso da população. Estudo apresentado pela “Veja Online” revela que apenas no caso do feijão, do arroz, do açúcar e do óleo de cozinha houve variação negativa em relação aos preços verificados entre janeiro e novembro deste ano. Outros produtos, como o leite, a farinha, o tomate, o pão e o ovo tiveram elevação de preços de mais de 10%, bem acima da inflação de 4,95% registrada pelo IPCA no mesmo período. No site de Veja, a lista dos produtos da cesta básica e sua variação de preços neste ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp