Desaceleração da economia brasileira puxa América do Sul para baixo, e região terá o pior resultado do mundo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A queda da economia brasileira no ano de 2014, com a possibilidade de ter crescimento zero do PIB, está puxando a América do Sul para baixo, e há a perspectiva de que a região tenha o pior resultado comercial do mundo neste ano e no próximo. O alerta foi feito nesta terça-feira (23) pela Organização Mundial do Comércio (OMC), entidade internacional presidida pelo brasileiro Roberto Azevedo. Segundo a OMC, com a desaceleração dos mercados emergentes, a previsão para a região sulamericana é de um crescimento das exportações de apenas 0,4% em 2014, número muito distante dos 6,6% em 2011.

De acordo com reportagem do jornal “Estado de S.Paulo”, para 2015, a previsão feita em abril era de uma expansão do comércio de 5,3%. Mas, hoje, o crescimento previsto para o próximo ano é de apenas 4%. “A redução vem em resposta ao crescimento do PIB abaixo do esperado e uma demanda de importação em queda no primeiro semestre de 2014, em particular em recursos naturais exportados por regiões como a América do Sul e América Central”, indicou o comunicado da OMC.

Para a região latino-americana, a previsão é de um crescimento das exportações de apenas 0,4% em 2014, distante dos 6,6% em 2011. A taxa é a mais baixa entre todos os continentes. Para 2015, a previsão é de um crescimento de 3,2%. Mas abaixo da média de todas as demais regiões. Mas a queda também se reflete nas importações da região. A América Latina sofrerá uma contração de 0,7% em suas compras do mundo no ano, o pior resultado.

Leia mais no site do “Estadão”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp