Defesa da votação urgente de reformas para tirar o país da paralisia econômica

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Ao analisar o resultado do segundo turno da eleição presidencial, encerrado no último domingo (26), o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) disse que o escândalo de corrupção e desvio de recursos da Petrobras foi “emblemático”, mas não suficiente para definir a vitória do candidato Aécio Neves e a derrota do PT.

“Aécio foi um grande candidato nestas eleições de 2014. Teve uma votação excepcional, e agora é dono de um grande patrimônio eleitoral. Ele jamais se abateu, teve disposição, energia e competência para manter um discurso afirmativo. Aécio sai fortalecido como uma grande liderança. Mas do outro lado havia um estado aparelhado, com o uso da máquina e benefícios diretos ao eleitor. O PT também soube explorar bem a comunicação na campanha e nos programas eleitorais”, avaliou Alvaro Dias.

Para o novo mandato da presidente Dilma Roussef, o senador paranaense disse esperar que ela promova e lidere as reformas que tanto prometeu:

“Se a presidente jogar para o Congresso as grandes reformas, como a política, e deixar de lado o balcão de negócios, ela terá o apoio da oposição. O País está atrelado a estruturas retrógradas, por isso temos um crescimento econômico pífio. Precisamos modernizar o Brasil”, afirmou Alvaro Dias.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp