Congresso precisa se dedicar à instalação das CPIs do BNDES e dos fundos de pensão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O Congresso já instalou quatro CPIs nos últimos cinco anos sobre a Petrobras, e agora precisa se concentrar na investigação de escândalos em outras áreas da administração, como em relação ao BNDES e aos fundos de pensão. Essa foi a opinião exposta pelo senador Alvaro Dias no Plenário, nesta quarta-feira (18), ao falar sobre as iniciativas, na Câmara dos Deputados e no Senado, para criação de novas comissões parlamentares de inquérito para investigar a Petrobras.

Para Alvaro Dias, o mais adequado neste momento para atender aos anseios da sociedade seria a instalação de duas CPIs, uma do BNDES e outra sobre os fundos de pensão. Para o senador, existem focos de corrupção visíveis em relação a esses dois setores que precisam ser melhor investigados.

“Já tivemos diversas CPIs investigando a Petrobras, e uma nova comissão agora nada teria a contribuir com o extraordinário trabalho realizado tanto pelo Ministério Público Federal como pela Polícia Federal e pela Justiça Federal. Uma CPI da Petrobras estaria apenas requentando os fatos já revelados pelas instituições que há meses apuram o escândalo do petrolão. Nos últimos anos tivemos denúncias de irregularidades e corrupção nos fundos de pensão, e sobre o BNDES, há anos temos denunciado a política deste governo de realizar empréstimos, com tarja de secreto, a países e empresas estrangeiras, um claro desvio de finalidade da instituição. O Congresso precisa corresponder às exigências da sociedade e instalar estas duas CPIs”, afirmou o senador Alvaro Dias.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp