Condenação à usina de dossiês acionada para achincalhar biografias

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Ao prestar solidariedade, no Plenário, ao senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), vítima de falsas acusações de envolvimento com uma suposta máfia que atuava em licitações de trens no estado de São Paulo, Alvaro Dias afirmou que as supostas denúncias são fruto da “usina de dossiês que atua nos porões da política suja, e que é acionada às vésperas de qualquer eleição”. O senador Alvaro Dias destacou que nem mesmo haveria razão para que os parlamentares se solidarizassem com Aloysio, pelo fato de ele ter sido envolvido com o caso sem sequer haver qualquer suspeita ou mesmo indícios de ter tido participação no chamado “esquema Siemens”.

“Não há razão de solidariedade, mas há sim razão de indignação, porque tentam colocar o senador Aloysio onde ele não deveria estar. E esta não é a primeira vez que vemos isso, de dossiês anônimos e falsificados transitando por aí. Já vimos isso na prisão dos aloprados com uma mala contendo R$ 1,7 milhão, para a compra de um dossiê falso. Este fato, portanto, não é inusitado, é recorrente, e é resultante deste desespero que se abate sobre os especialistas em forjar dossiês em épocas eleitorais. Nós, que combatemos a corrupção, não podemos permitir que pessoas honradas sejam enxovalhadas em nome de um projeto eleitoral”, afirmou o senador.

Ainda no Plenário, o senador Alvaro Dias pediu que se realize uma completa devassa para apuração das responsabilidades no chamado “caso Siemens”, no qual dirigentes da empresa são acusados de distribuir propinas em um esquema de cartel nas licitações de trens e metrôs.

“Esta não é a primeira vez que se tenta achincalhar a honra de pessoas de bem. O governador Geraldo Alckmin também já foi vítima desse tipo de acusação falsa. Por isso é preciso que se faça uma devassa nesse episódio para apurar-se responsabilidades, mas, se querem ser justos, é preciso também verificar a participação do cartel nas obras do metrô de Salvador, de Porto Alegre e outras capitais em que funcionou o mesmo conluio denunciado em São Paulo. Que não se utilize este episódio em nome de um projeto eleitoral, e em função do desespero que se abate sempre que eleições se aproximam, mas que se faça a devassa necessária, para que se possa apontar os verdadeiros responsáveis”, afirmou o senador Alvaro Dias.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp