Com muito atraso, governo divulga documento incompleto sobre obras para Olimpíadas no Rio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Com atraso de mais de um ano, o governo federal divulgou na manhã desta terça-feira (28) a Matriz de Responsabilidades Olímpicas, o documento que reúne a lista de todas as obras que serão realizadas para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. O documento também traz informações sobre os custos das obras para o evento e detalha quem paga a conta dos 52 projetos necessários para a realização dos Jogos. Segundo matéria do Uol Esporte, menos da metade dos projetos (24) já possui orçamento ou custos definidos, que somam R$ 5,6 bilhões a serem pagos com dinheiro público pela União, governo do Estado e Prefeitura do Rio. De acordo com o governo, o resto dos valores será acrescentado à relação conforme tiverem seus editais de licitações prontos e divulgados.

De acordo com a Matriz de Responsabilidades divulgada pelo governo Dilma, foram incluídos no documento apenas as obras essenciais para a realização da Olimpíada, que não seriam feitas caso a cidade não fosse receber os Jogos. Não há previsão de realização de qualquer obra de infraestrutura que sirva de legado concreto para o Rio de Janeiro, como intervenções para melhoria da mobilidade urbana na capital do Estado.

Como lembra o site Uol, desde pelo menos o começo de 2013 que o governo federal promete a divulgação da Matriz Olímpica. No segundo semestre, o TCU começou a emitir pareceres e decisões recomendando a formulação do documento o quanto antes, até que no fim do ano deu um ultimato para que o documento fosse apresentado até o final de janeiro. O Brasil ganhou o direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016 no ano de 2009, e passados mais de quatro anos, muitas das obras previstas para os Jogos sequer saiu do papel, e nem mesmo foram feitas licitações para sua realização.

Leia mais no site Uol.

(Postado por Eduardo Mota – Assessoria de Imprensa)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp