Câmara derruba decreto sobre conselhos populares. A proposta será votada pelo Senado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
O projeto aprovado na Câmara, que susta os efeitos do decreto bolivariano do conselhos populares, chega agora ao Senado, onde já tramita há algum tempo projeto de mesmo teor apresentado pelo senador Alvaro Dias. O projeto de Alvaro Dias, que também susta os efeitos do decreto de Dilma, já possui relatório favorável do senador Pedro Taques, e está pronto para ser votado na CCJ. Com a chegada do projeto aprovado pela Câmara, ambos tramitarão juntos e assim terão ainda mais força para serem aprovados em definitivo na CCJ e no Plenário do Senado, o que resultará na anulação do decreto presidencial. 
Agora será a vez de o Senado avaliar a Política Nacional de Participação Social. Na noite do dia 28, o Partido dos Trabalhadores não conseguiu impedir a aprovação na Câmara dos Deputados de um projeto (PDC 1491/14) da oposição que cancela o decreto (Decreto 8.243/14) da Presidente Dilma Rousseff, que regulamenta o sistema. A política prevê a criação de conselhos populares na formulação e fiscalização de políticas públicas. O projeto foi aprovado por integrantes de partidos da própria base de apoio do governo, como o PMDB, e gerou amplo debate entre governo e oposição. Leia mais na Agência Senado, clique aqui.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp