Brasileiros defendem CPI da Petrobras e dizem que Dilma tem responsabilidade na desastrosa compra de refinaria

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Os brasileiros estão acompanhando as notícias e denúncias sobre a Petrobras, defendem a criação da CPI para investigar a empresa, e acreditam que a presidente Dilma tem sim responsabilidade na compra da refinaria de Pasadena, negócio suspeito que acarretou prejuízo bilionário para a estatal. Em resumo, essa é a opinião da maioria dos entrevistados pela pesquisa CNT/MDA, cujo resultado foi divulgado na manhã desta terça-feira (29). De acordo com a pesquisa, 50,2% da população diz que tem acompanhado ou já ouviu falar das denúncias envolvendo a Petrobras. Quando os pesquisadores questionam todos os entrevistados (os que ouviram e os que não ouviram falar das denúncias) a respeito de sua posição sobre a CPI da Petrobras, 45,9% defendem sua instalação. Mas quando o questionamento é dirigido apenas aos que estão acompanhando o noticiário, nada menos que 91,4% são favoráveis à comissão de inquérito. No geral, apenas 2,7% diz ser contra a CPI.

O mesmo panorama se vê nos questionamentos sobre a visão da população a respeito das irregularidades na compra da refinaria de Pasadena. Na questão que abrange todos os entrevistados, 40,5% enxergam irregularidades, mas entre os que estão informados sobre o assunto, este número sobe para 80,5%. E a maioria também enxerga responsabilidade da presidente Dilma na desastrosa compra da refinaria norte-americana. Em meio ao total dos entrevistados, 33,4% acham que Dilma é responsável pela operação (contra 11,2% que dizem que ela foi mal informadas), e junto aos que estão acompanhando o caso, 66,5% responsabilizam Dilma (e apenas 22,3% dizem que ela foi mal informada).

Clique aqui para ver a pesquisa na íntegra.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp