As creches de Dilma: governo não cumpre promessas e aposta na confusão para enganar a população

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

No discurso que fez no Plenário nesta sexta-feira, em que elencou diversos compromissos e promessas de campanha feitas por Dilma e que foram totalmente ignoradas, abandonadas e esquecidas no decorrer de seu mandato, o senador Alvaro Dias lembrou a meta de construção de creches feita nas eleições de 2010. O senador citou reportagens recentes de grandes órgãos de imprensa, que mostram que a presidente, para cumprir a promessa feita aos brasileiros na campanha de 2010, precisa fazer, neste ano de 2014, quatro vezes mais do que fez nos três primeiros anos de mandato.

“O que se verifica neste governo Dilma é o seu total descompromisso com a população. Não só promessas de campanhas são ignoradas, mas os compromissos assumidos no decorrer do mandato são absolutamente esquecidos. O que estamos assistindo neste governo é o desapreço à verdade, é a afronta à nossa inteligência”, afirmou o senador.

Alvaro Dias, no Plenário, afirmou que a própria presidente Dilma não apenas não sabe dizer o quanto já fez em matéria de construção de creches, como ainda foi desmentida na sua tentativa de iludir a opinião pública quanto às metas que havia traçado para o seu mandato. O senador fez um histórico das distorções e confusões da presidente em relação à promessa de construção de creches Brasil afora. Alvaro Dias lembrou que, em outubro de 2013, em cerimônia de inauguração de uma creche em Belo Horizonte, a presidente Dilma fez a seguinte afirmação: “tem umas coisas estranhas que eu sempre estou dizendo que são estranhas. De repente, meu compromisso é de seis mil e virou oito mil. Não sei muito bem onde apareceram os oito mil”.

Como relembrou Alvaro Dias, em abril de 2013, no programa de rádio “Café com a Presidenta”, Dilma disse: “Nós vamos chegar a 8.685 creches. O nosso compromisso era de seis mil, mas é muito possível que seja um número maior que nós vamos entregar de creches.”

Depois, como destacou Alvaro Dias, em setembro de 2013, em encontro na Organização das Nações Unidas, o então ministro da Educação, agora ministro da Casa Civil, Aloisio Mercadante, disse: “Por isso que estamos construindo nove mil creches.”

Repassadas as promessas, o senador paranaense concluiu: “então, vejam que os números são díspares: em determinado momento, seis mil; depois, oito mil; oito mil e seiscentos; depois, nove mil. E nós não sabemos quantas creches foram construídas de verdade, porque este é o governo da fantasia, este é o governo da produção cinematográfica, dos efeitos especiais, da propaganda maravilhosa. Este, enfim, é um governo diz uma coisa numa semana e, na outra, já se esqueceu do que disse, e ainda aposta que os brasileiros esqueceram as promessas”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp