Defesa de comparecimento de Tuma Jr. para que fale sobre a “fábrica de dossiês” do governo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Durante a sessão da Comissão de Constituição e Justiça nesta terça-feira, o senador Alvaro Dias defendeu a aprovação do seu requerimento em que convida o ex-secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Jr., a comparecer no Congresso a fim de esclarecer as denúncias que fez sobre uma suposta “fábrica de dossiês” criada pelo governo federal. O delegado Romeu Tuma, na revista Veja do último final de semana, falou com exclusividade sobre o livro que está lançando neste final de ano – “Assassinato de Reputações – Um Crime de Estado” – em que são feitas acusações sobre a fabricação de dossiês pelo governo contra seus adversários, além de revelações sobre contas do mensalão no exterior e a morte do prefeito Celso Daniel.

“Entendemos que o Senado Federal não pode se omitir diante desses fatos relatados pelo ex-secretário Romeu Tuma Jr. As denúncias feitas por ele na revista Veja e em seu livro são da maior gravidade, e o esclarecimento que se exige neste momento é um impositivo da transparência a que está obrigado o Senado a manter como instituição parlamentar”, afirmou o senador na CCJ. O requerimento foi acolhido pela presidência da CCJ, e deve ser votado na próxima reunião da comissão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp