Alvaro Dias, senador que mais requereu auditorias do TCU sobre denúncias de corrupção no governo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Recentemente, foram aprovados, no Plenário, dois requerimentos do senador Alvaro Dias com pedido de realização de auditoria do Tribunal de Contas da União em operações realizadas pela Petrobras. O primeiro deles pede investigação do TCU nos gastos da Petrobras com a construção do navio João Cândido, prometido por Lula quando da criação, em seu governo, o Estaleiro Atlântico Sul, e que enfrentou inúmeros problemas que comprometeram a estrutura do petroleiro. O outro requerimento de Alvaro Dias solicita investigação do TCU nos negócios da Petrobras com plataformas e refinarias, que envolvem cifras bilionárias e há vários anos são alvo de denúncias de irregularidades diversas. Relatório do próprio TCU já havia identificado superfaturamento de pelo menos R$ 94 milhões na construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. As auditorias já estão sendo realizadas pelos técnicos do Tribunal.

Neste atual mandato, iniciado em fevereiro de 2007, o senador Alvaro Dias apresentou, em oito anos, 35 requerimentos com os mais variados pedidos de auditoria do TCU em órgãos da administração pública, a partir de denúncias de corrupção, superfaturamento de obras, ilegalidades em licitações, entre outros problemas. A quantidade de requerimentos de auditoria apresentados por Alvaro Dias representam mais de 20% do total de iniciativas neste sentido tomadas por senadores nos últimos oito anos (foram 153 requerimentos no total). O senador Alvaro Dias foi o parlamentar que mais apresentou requerimentos neste período, e a maior parte deles foi aprovada no Plenário e motivou auditorias do Tribunal de Contas da União. As auditorias em diversos escândalos protagonizados por órgãos do governo levaram o TCU a detectar o desvio de milhões de reais em obras e programas do governo federal, além de constatar “a incompetência administrativa e o descaso com setores essenciais para a vida da população”, conforme afirma parecer do TCU de 2012.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp