A conta dos bilhões transferidos pelo governo do PT em empréstimos à Venezuela chavista continua subindo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O apoio incondicional do governo petista ao regime chavista de Nicolás Maduro está claro nos empréstimos constantes e aportes financeiros oferecidos pelo BNDES à Venezuela. Quem afirma é o senador Alvaro Dias, que desde 2005 vem cobrando explicações do governo sobre valores e benefícios para o Brasil das numerosas operações de empréstimo do BNDES para o governo venezuelano. No Plenário, nesta quinta-feira, Alvaro Dias voltou a questionar os empréstimos do BNDES ao governo da Venezuela. Para o senador, o BNDES deveria se preocupar em gerar empregos, renda, receita pública e alavancar o desenvolvimento econômico com justiça social no nosso país, e não fazer caridade para países pouco democráticos com o chapéu do povo brasileiro.

“Diante da perspectiva inevitável de haver novamente um apagão logístico no escoamento de nossa safra recorde, do apagão de infra-estrutura no nosso País, do apagão de energia, não há como admitir que o governo brasileiro priorize investimentos na Venezuela. Afinal, o BNDES foi instituído exatamente para obras de infraestrutura para a promoção do desenvolvimento econômico e social do nosso País, não de outros países no exterior”, afirma Alvaro Dias.

No Plenário, Alvaro Dias listou algumas das operações de empréstimos do governo do PT, via BNDES, para a Venezuela de Hugo Chávez e, agora, Nicolás Maduro:

– Metrô de Caracas – Linhas 3 e 4. Um dos últimos empréstimos foi no valor de US$ 732 milhões, concedido para ampliação do metrô;
– Hidrelétrica de La Vueltosa.
– Segunda ponte sobre o rio Orinoco, há 20 quilômetros de Ciudad Guayana.
– Máquinas agrícolas e colheitadeiras – Estão sendo negociados mais US$ 4,3 bilhões para projetos de infraestrutura e de indústrias de base do país com o BNDES.
– Aeronaves – O BNDES abriu linha de financiamento de US$ 814 milhões para a Venezuela comprar 20 aeronaves Embraer. As aeronaves integrarão a frota da companhia estatal venezuelana Conviasa.

“São bilhões de dólares que o governo do PT transfere a países, em detrimento de obras que poderiam ocorrer no nosso País, melhorando a nossa capacidade de escoar a produção e, sobretudo, colocando o Brasil num patamar de competência em matéria de infraestrutura, já que estamos largamente distanciados disso”, conclui o senador Alvaro Dias.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp