As dinastias familiares – Sugestão de Leitura

0
172

Originário da Idade Média, o objetivo do feudalismo é marginalizar o poder central, estabelecendo a relação de dependência entre vassalos e suseranos. O suserano é dono de um feudo e a grande maioria da população é dependente e se submete à vassalagem. O vassalo é um subordinado submisso que se entrega à dependência do senhor feudal. A realidade política brasileira, expressada nas atuais legendas partidárias, submete a sociedade aos valores de um tempo feudal. Os partidos políticos, ao invés de buscar a arte de bem governar para o interesse comum, transformaram-se em máquinas de preservação dos interesses pessoais e de corporações grupais. A esperteza astuta entende que o Estado deve ser provedor de vantagens, inclusive familiares, como vem acontecendo.“Leia o artigo de Hélio Duque na integra clicando aqui”