Podemos confirma Alvaro Dias para disputa da Presidência

2
649

O Podemos confirmou, em convenção nacional neste sábado (4), em Curitiba, a escolha de Alvaro Dias, 73 anos, como candidato à Presidência da República. Ele está no quarto mandato de senador e é o atual líder do partido.

O vice da chapa de Alvaro Dias é o economista Paulo Rabello de Castro, do Partido Social Cristão (PSC). O PSC desistiu de ter candidato próprio e indicou o nome de Rabello na quarta-feira (1º). Além do PSC, o Podemos fechou coligação com o PRP e o PTC.

Todos os candidatos oficializados a presidente da República
No primeiro discurso como candidato, Álvaro fez críticas ao atual sistema político e voltou a repetir o discurso de “refundar a República”, que defendeu nas entrevistas da pré-campanha eleitoral.

O candidato disse, ainda, que vai combater a corrupção e apoiar a continuidade da Operação Lava Jato, que, de acordo com ele, prendeu “os barões que assaltaram a República”. “A limpeza não terminou, a limpeza tem que continuar”, afirmou.

Alvaro Dias também revelou que pretende convidar o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, para assumir o Ministério da Justiça.

Para Alvaro Dias, Sérgio Moro é o “ícone da nova Justiça brasileira”. O candidato disse, porém, que ainda não conversou com o juiz federal sobre o convite.

No discurso, o senador também revelou que deseja que as mulheres sejam protagonistas no seu governo. “Nós do Podemos somos comandados por uma mulher e, certamente, elas comandarão setores do nosso governo porque são essenciais na refundação da República”, completou.

Paulo Rabello de Castro também falou em “refundar a República” e em reduzir os impostos, a burocracia e os juros altos; em legalizar a propriedade nas comunidades; em construir 500 centros de educação para o trabalho e em revisar a Constitutição de 1988.

“Teremos Álvaro, que vai reconstruir um Brasil que vai crescer pelo menos 5% ao ano. Eu estou aqui muito orgulhosamente como vice, como copiloto na cabine de comando na aeronave Brasil. Vamos voar mais alto com quem? Com Álvaro Dias!”, afirmou Paulo Rabello de Castro .

A convenção do Podemos reuniu, no Paraná Clube, centena de filiados do Podemos. A presidente nacional do partido, Renata Abreu, esteve presente e disse que Alvaro Dias e Paulo Rabello Castro são “dois homens íntegros, honestos e capacitados”.

“O Alvaro é a grande esperança do nosso povo”, falou Renata Abreu.
Propostas
Entre as propostas que apresentou durante o discurso, o candidato do Podemos manifestou a intenção de:

Combater a corrupção “para valer”;
Promover alterações constitucionais;
Investir na educação;
Melhorar o ambiente de negócios.
Trajetória política
Alvaro Dias é formado em história pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). É casado e tem um casal de filhos.

Na década de 60, foi locutor de rádio em Londrina. Com a grande popularidade que conseguiu, chamou a atenção de lideranças políticas locais. Convidado a ser vereador, aceitou e foi eleito em 1968.

Ao longo de quase 50 anos de vida política, Alvaro Dias foi vereador, deputado estadual, deputado federal, governador do Paraná e senador. Trocou de partido oito vezes, passando pelo MDB, PMDB, PST, PP, PSDB, PDT, PSDB, PV e Podemos.

Em 1987, Alvaro Dias licenciou-se do mandato de governador do Paraná para tentar ser o candidato do PMDB à presidência, mas perdeu a indicação para o então deputado Ulisses Guimarães.

O atual mandato dele como senador termina em 2022.

Fonte: Por Alana Fonseca, G1 PR, Curitiba

2 COMENTÁRIOS

  1. Excelente Candidato, deixou o PSDB na hora certa, não havia possibilidade de se Candidatar por lá. Um dos mais conceituados Senadores da República, bem preparado já foi vereador em Londrina , deputado e Governador do estado do Paraná, tem muita experiência além defender os mesmos princípios desde o início. Apenas uma crítica construtiva ao Ilustre Senador, deixe o Juíz Moro onde está, serve bem melhor lá que no Ministério da Justiça; se tiver que colocar alguém nesta Pasta pense num Advogado, que seja Professor em Universidade e que tenha familiaridade com os dois Lados da Moeda, tanto dos Réus e dos autores, sejam estes o MP ou quem mais esteja no polo ativo processual. Se me permite ainda, outra crítica construtiva e esta não é apenas para o Nobre Senador, mas a todos que já atuaram num dos 3 poderes e mais ainda no Ministério da Justiça; Revejam e reestruturem urgentemente o Estado Brasileiro que hoje está de joelhos, prostrado diante dos problemas nacionais por conta do perverso modêlo e sistema econômico que se perpetua na Pátria desde o Final da Segunda Guerra, sejam coerentes e respeitosos com a Constituição Federal, que é desrespeitada todo dia, principalmente no Artigo 5º, basta olhar a miséria no interior do Brasil e nas periferias das grandes cidades, isso pra não falar na falta de trabalho para o cidadão Brasileiro, da injustiça entre o setor público e o privado, dos privilégios de alguns que detêm e retem a riqueza do Pais em suas mãos e alguns até nem Brasileiros são em contrapartida da imensidão de Brasileiros que não Teem nem o mínimo necessário para manter a sobrevivência com Dignidade. ‘ . André

Comments are closed.